Micropigmentação: Tudo o que você precisa saber

micropigmentação

A Micropigmentação consiste na implantação de pigmentos na pele, de forma a melhorar o aspecto ou delinear certas regiões, sendo uma técnica que pode ser realizada não só nas sobrancelhas, mas também nos olhos ou nos lábios por exemplo.

Quais são os tipos de micropigmentação

Existem dois tipos de micropigmentação: a estética e a paramédica. As duas têm o mesmo fim, mas o que as difere são os motivos pelos quais o processo deve ser feito.

A micropigmentação estética diz respeito ao processo de implantação de pigmento na pele motivado por razões unicamente estéticas, dependendo sempre da vontade do paciente, com o intuito de melhorar a aparência ou o contorno das sobrancelhas e lábios, assim como realçar os olhos.

Já a micropigmentação paramédica acontece em decorrência de uma indicação médica para corrigir falhas na região das sobrancelhas, olhos ou ao redor da boca provocadas por cicatrizes oriundas de queimaduras por exemplo. Também podem ser redesenhadas as aréolas, após cirurgia de câncer de mama.

Quais são as contra-indicações da micropigmentação?

Dentre as poucas contraindicações para a micro pigmentação estão gravidez, anemia, quem apresenta tendência a queloides, pessoas com neoplasia, doenças autoimunes, alterações de pressão arterial, diabetes descontrolada e o uso de marca-passo.

Quanto tempo dura a micro pigmentação?

Depende da técnica utilizada pelo profissional, e do tipo de pele da cliente. Em peles mais oleosas, o resultado costuma durar aproximadamente um ano e meio.

Em peles normais a secas, a durabilidade varia entre 2 a 2 anos e meio. Outro fator que interfere na durabilidade é o cuidado que a pessoa tem com a área.

Qual pomada usar após micropigmentação?

Podem ser utilizadas pomadas cicatrizantes e hidratantes como por exemplo: Bepantol Derma, Cicaplast e Cicatribio

Quem tem quelóide pode fazer micropigmentação?

É contra-indicado.

Quem faz micropigmentação pode comer chocolate?

Quem faz micropigmentação pode comer chocolate.

Quem amamenta pode fazer micropigmentação?

Não é uma contra-indicação absoluta, porém seria interessante aguardar passar esse período.

Quem não pode fazer micropigmentação

Quem está com alergias, ou apresenta infecção ativa por herpes. Pessoas que apresentam doenças autoimunes, neoplasias, tendência a quelóides. Pessoas com alteração de pressão arterial, anemias e presença de marca passo.

Qual o valor de uma micropigmentação

Varia de acordo com a região e se ela é estética ou paramédica. E também em qual região do corpo está sendo feita.

O que é micropigmentação sobrancelha

Varia de acordo com a região e se ela é estética ou paramédica. E também em qual região do corpo está sendo feita.

O que é micropigmentação sobrancelha?

É a implantação de pigmentos nas sobrancelhas com o objetivo de corrigir falhas ou redesenhar uma sobrancelha perdida por conta de uma alteração cicatricial.

Quais os estilos de implantação de pigmento durante a micropigmentação de sobrancelhas?

A Hiper-realista, reproduz ao máximo a realidade, contando com um fio desordenado, em direções diversas, sobrepostos e em diferentes espessuras, longe do efeito carimbado, é mais bagunçada e natural. A Ombré, escurece o arco, deixando o início e o fim, conhecidos como o rabinho da sobrancelha, mais claros.

A Esfumada deixa um efeito sombreado e natural, longe do resultado marcado e artificial, indicado para quem tem sobrancelhas falhadas.

A Highlight tem o objetivo de diminuir o efeito da pigmentação antiga e criar um efeito de sobrancelha mais natural e arqueada, por isso é destinada a quem já fez a micro e desbotou, ou para mulheres mais maduras.

Quais são os cuidados da micropigmentação de sobrancelha?

Poucos cuidados são necessários para depois do procedimento. Basta que o paciente faça uso de um produto cicatrizante por pelo A Hiper-realista, reproduz ao máximo a realidade, contando com um fio desordenado, em direções diversas, sobrepostos e em diferentes espessuras, longe do efeito carimbado, é mais bagunçada e natural.

Como funciona a micropigmentação labial?

A técnica é feita com um aparelho chamado dermógrafo, sendo realizado da mesma maneira que a tatuagem, porém o pigmento fica na camada superficial da pele.

A Micropigmentação Labial valoriza o contorno natural, corrige assimetrias, restaura o preenchimento, altera ou intensifica a cor dos lábios e consequentemente, rejuvenesce a aparência do cliente.

Com a micropigmentação você conquista lábios com a cor que você deseja, podendo ser em tons mais naturais até aos mais vibrantes, como o vermelho.

O procedimento é indicado para pessoas que possuem lábios finos, sem cor, com cicatrizes, para disfarçar os sinais do envelhecimento ou apenas para dar um UP no visual.

Garante praticidade no dia-a-dia, além de uma aparência mais jovial, definida e expressiva.

Existem técnicas específicas que podem ser aplicadas para realizar a Micropigmentação Labial, cada qual indicada para a obtenção de um tipo de resultado, tais como: lábios definidos, carnudos, aparência saudável, correções de assimetrias, entre outros.

Micropigmentação labial dói?

Para realizar o procedimento é usado um anestésico tópico, que praticamente retira a dor por completo.

Micropigmentação labial gera inchaço?

Sim, os lábios ficam bem inchados após a micropigmentação labial. Após três a cinco dias o inchaço diminui bastante.

Como escolher a cor da minha micropigmentação labial?

Existem várias técnicas: O efeito batom, se você escolher essa técnica seus lábios vão ficar com com a cor intensa e contorno definido. O efeito soft, realça a cor natural dos lábios e define o contorno, sendo ideal para lábios sem cor, desiguais, assimétricos e com cicatrizes.

O efeito revitalização que também realça a cor natural dos lábios, mas sem definir o contorno, é perfeito para quem tem lábios carnudos e só quer destacar a cor.

Quem tem herpes labial pode fazer micropigmentação?

Primeiro há necessidade de tratar a herpes e de estar com os lábios bem cicatrizados. O ideal é fazer um tratamento profilático para quem tem esse problema muito recorrente, fazendo uso da medicação anti herpes por cinco dias antes da micropigmentação.

Quais são os cuidados que devemos ter com a micropigmentação labial?

Ficar exposto ao sol prejudica a cicatrização, principalmente na primeira semana, o ideal é evitar, mas caso não consiga fugir de pegar um solzinho não esqueça de usar protetor solar constantemente! Se quiser uma proteção extra, recomendamos o uso de chapéu ao sair no sol.

Não frequentar saunas e piscinas, evitar atividade física intensa e até a recuperação total não utilizar esfoliante e nem produtos ácidos. Também é recomendado evitar maquiagens para manter a pigmentação e não prejudicar o resultado final.

Fugir do banho muito quente, para evitar a descamação da pele e (dica extra!) separar uma toalha exclusiva para secar somente a região, evitando contaminações. Usar uma pomada cicatrizante, entre quatro a seis vezes por dia, ajuda na recuperação além de hidratar a região. Evitando a formação de casquinhas, que devem evitar ser removidas.

Ainda nesse tema, é preciso resistir a vontade de coçar para que não haja inflamações que podem dificultar a cicatrização. Por isso controle a mãozinha nervosa.

Quem fez micropigmentação pode doar sangue?

Pode sim… se a saúde estiver em ordem, não interfere.

Quem tem alergia a henna pode fazer micropigmentação?

Se a pessoa relatar algum tipo de alergia, primeiramente é feito um teste na pele para se verificar se há alguma alteração.

O que não pode comer depois da micropigmentação?

Alimentação também influência na cicatrização, evitar alimentos gordurosos como chocolate e fritura nesse período. Prefira alimentos saudáveis! Não esqueça de beber muita água para se manter hidratado.

Outros inimigos são o cigarro e bebidas alcoólicas que também prejudicam a cicatrização e devem ser evitados nesse período.

O que fazer para a micropigmentação durar mais?

indicamos que nos cinco dias seguintes ao procedimento, a pessoa hidrate com uma pomada que indicamos ao fim da sessão. Evite esfregar e não use ácidos ou produtos clareadores por até uma semana.

Também deve-se evitar o suor no rosto, pois é ácido e pode colaborar com o clareamento. Consequentemente, não pegar sol nos cinco dias seguintes também.

Qual a melhor marca de pigmento para micropigmentação?

Existem vários pigmentos no mercado, que tem que ter liberação pelo órgão competente. O ideal é aquele que o profissinal está habituado a usar.

Qual o melhor anestésico para micropigmentação?

É um anestésico tópico, porém , normalmente ele funciona melhor quando a pele está aberta, ou seja, quando já foram traçados os primeiros riscos da micropigmentação.

Como fica a micropigmentação depois que descasca?

Logo após o procedimento a cor é intensa e não corresponde ao resultado final. Depois da cicatrização completa, a micropigmentação pode clarear em até 50%.

Após 3 ou 4 dias, aproximadamente, haverá a formação de crostas que não deverão ser removidas sob nenhuma hipótese, pois a remoção das mesmas acarretaria a remoção do pigmento da pele.

Entretanto, próximo ao 7º dia, a casca cai naturalmente, e em alguns casos, a pele pode apresentar-se sem pigmento, em especial em pele negras, o que não deve ser motivos de preocupação, pois faz parte do processo natural de cicatrização.

Nesses casos o pigmento que está sob a camada superficial da pele, reaparecerá naturalmente no prazo de 30 a 40 dias, podendo ou não apresentar falhas no desenho que serão corrigidas na segunda sessão. Devido a isso, fica impossibilitado qualquer retoque antes desse prazo.

Qual a diferença entre micropigmentação e microblading?

A micropigmentação é realizada com um equipamento chamado dermógrafo, que implanta o pigmento na pele. Essa técnica permite bastante precisão nos traços e desenho do pelo no formato ideal.

Esta técnica é indicada para qualquer pessoa que queira preencher falhas, ou até para quem tem alopecia. Microblanding também é um processo de consertar as falhas das sobrancelhas com pigmentação, mas feito com um aparelho diferente do que é usado na micropigmentação.

O aparelho é o Tebori, um indutor manual parecido com uma caneta com agulha acoplada na ponta. Acaba sendo mais agressivo para a pele, pois atinge uma camada mais profunda do que a da micropigmentação.

Conteúdo respondido e revisado pela Dra. Rosana

Conteúdo relacionado: 

Limpeza de Pele

Rejuvenescimento Facial

Eletroestimulação Facial

Criolipólise

Peeling Químico

Peeling Diamente

Microagulhamento

www.belezaperfeita.com.br 

Conteúdo da página: