Carboxiterapia: O que é, como funciona, benefícios e muito mais

carbopraxia

Carboxiterapia é uma técnica que utiliza gás carbônico medicinal para tratar afecções que perturbam o sistema circulatório, alterações estéticas, como queda de cabelo, gordura localizada, entre outras.

Conteúdo da página:

  • Como funciona a carboxiterapia?
  • Quais são as principais vantagens?
  • Quais são as contraindicações?
  • Quais profissionais podem aplicar carboxiterapia?
  • Por que a carboxiterapia é tão eficiente?
  • A técnica de carboxiterapia aumenta a pressão arterial?
  • A Anvisa proibiu a carboxiterapia?
  • Quanto custa uma sessão de carboxiterapia?
  • Carboxiterapia para estrias
  • Carboxiterapia para gordura localizada
  • Carboxiterapia para celulite (FEG-Fibroedema gelóide)
  • Carboxiterapia para olheiras
  • Carboxiterapia para flacidez
  • Carboxiterapia emagrece?
  • Carboxiterapia no rosto
  • Carboxiterapia para papada
  • A carboxiterapia é mesmo útil em caso de celulites: o que diz a ciência?
  • Carboxiterapia dói?
  • Quantas vezes por semana é indicada?
  • Quando a carboxiterapia começa a fazer efeito?
  • Como funciona a carboxiterapia com gás aquecido?
  • Como funciona a carboxiterapia com eletrolipólise?
  • Como funciona a carboxiterapia com soro fisiológico?
  • Carboxiterapia ou ozonioterapia?
  • Carboxiterapia ou enzimas para gordura localizada
  • Carboxiterapia ou enzimas para gordura localizada
  • Carboxiterapia ou radiofrequência?
  • Carboxiterapia ou microagulhamento para estrias?
Carboxiterapia
Carboxiterapia

Como funciona a carboxiterapia?

O aparelho é ligado á um cilindro de gás carbônico medicinal, e nele, o profissional programa parâmetros como fluxo do gás ou vazão, que refere-se à velocidade com que o gás entra na pele do paciente, tempo de tratamento ou tempo que vai levar para fazer a aplicação, e volume a ser utilizado na sessão.

A carboxiterapia administra anidro carbônico medicinal (CO2 puro) nas camadas subdérmicas e intradérmicas da pele para fins terapêuticos. O CO2 é um gás inodoro e incolor que trata inúmeros incômodos estéticos.

Quais são as principais vantagens?

A principal vantagem terapêutica da aplicação da carboxiterapia é a melhora da circulação sanguínea. Toda vez que temos a circulação incrementada, ocorre melhora da nutrição tecidual, e consequente melhora na aparência da pele.

Como essa técnica provoca melhora da circulação, algumas afecções se beneficiam com isso, entre elas a queda de cabelo e celulite, por exemplo.

Outro poder da carboxiterapia é o de estimular a produção de colágeno, pelo descolamento provocado na pele. Dependendo da forma como aplicamos o gás, provocamos o abaulamento da pele, e o organismo interpreta esse evento como uma agressão, mandando para o local, células responsáveis pela cicatrização. Novo colágeno então será depositado na pele, reduzindo consideravelmente a flacidez.

Mas, não para por aí… quando temos como objetivo a redução da gordura localizada, o aparelho é programado de tal forma que ele produzirá uma ruptura do adipócito, que é a célula de gordura. É muito interessante quando ele se rompe, sinal de que haverá uma redução real de medidas.

Esse procedimento é seguro quando realizado por profissionais devidamente certificados e com o aparelho calibrado. Também é vantajoso por ser um procedimento seguro e regulamentado pela ANVISA; de aplicação fácil; com baixo custo operacional, e respaldado por evidência científica.

Quais são as contraindicações?


A técnica de carboxiterapia é segura e produz poucos efeitos colaterais, entretanto algumas pessoas são contraindicadas:

  • · Insuficiência renal e hepática
  • · Epilepsia
  • · Flebite
  • · Gangrena
  • · Hipertensão descompensada
  • · Gravidez
  • · Fobia de agulhas
  • · Lúpus
  • · Rosácea
  • · Problemas psicológicos
  • · Diabéticos
  • · Paciente imunodeprimidos
  • · Doenças relacionadas ao colágeno
  • · Distúrbios hemorrágicos (hemofilia)
  • · Herpes ativa
  • · Doença pulmonar

Quais profissionais podem aplicar carboxiterapia?

Carcaboxiterapia procedimento
Carcaboxiterapia procedimento

Todos os profissionais da saúde nível 2 podem aplicar, isso inclui esteticistas, cosmetólogos, fisioterapeutas, técnicos em estética que possuem treinamento no equipamento de carboxiterapia.

Por que a carboxiterapia é tão eficiente?

Carcaboxiterapia procedimento
Carcaboxiterapia procedimento

A carboxiterapia é um dos procedimentos mais versáteis na estética, por ser um potente vasodilatador, melhorando potencialmente a circulação sanguínea, e sendo usado desde tratamento de feridas até queda de cabelo.

A técnica de carboxiterapia aumenta a pressão arterial?

técnica de carboxiterapia
técnica de carboxiterapia

O CO2 é um produto endógeno, naturalmente presente no corpo, produzido diretamente das reações metabólicas oxidavas celulares, sendo produzido pelo próprio organismo diariamente em grandes quantidades e eliminado pelos pulmões durante a respiração.

Foi verificado que a técnica de carboxiterapia é considerada um recurso seguro, sem efeitos adversos ou complicações importantes, tanto locais, como sistêmicas, visto que o produto comumente utilizado (CO2) possui cerca de 99,9% de pureza, próprio para uso terapêutico e estético.

Em estudos realizados com injeções intravasculares como contraste em angiografia (exame radiográfico dos vasos) ficou constado que o dióxido de carbono não provoca embolia, nem reações adversas (http://www.proffabioborges.com.br/wp-content/uploads/2009/11/carboxiterapia-uma-revisao.pdf).

A Anvisa proibiu a carboxiterapia?


A carboxiterapia é liberada pela ANVISA desde que o aparelho esteja registrado e o procedimento seja realizado por profissionais capacitados.

Quanto custa uma sessão de carboxiterapia?

Os valores variam muito de acordo com a região geográfica em que nos encontramos. Quando a sessão é corporal, normalmente se cobra por área tratada. Por exemplo: abdome, coxas, glúteos. Cada região tem um valor.

Carboxiterapia para estrias

A estria é um pequeno sulco, linha, traço ou aresta na superfície do corpo, ou seja, é uma ruptura das fibras elásticas que dão sustentação a camada intermediária da pele, formada por colágeno e elastina.

As estrias vermelhas ou arroxeadas tem tratamento mais rápido, pois sua cor indica que o sangue continua circulando no local, o que facilita a intervenção estética de forma mais eficiente.

As brancas, sejam elas superficiais e estreitas ou profundas e largas, são mais difíceis de tratar em função da ausência ou da dificuldade de circulação no local, o que provoca certamente a necessidade de uma intervenção mais radical e rigorosa.

Uma das técnicas de maior eficiência hoje é o uso da carboxiterapia, tanto para estrias brancas como para as vermelhas com resultados animadores, segundo a literatura.

Carboxiterapia para gordura localizada

A carboxiterapia atua na lipo distrofia localizada em quatro níveis: melhora os fluxos sanguíneo e linfático, o que facilita a drenagem do líquido retido; melhora o tom da pele, o que restaura a elasticidade e contraria a flacidez; reduz os depósitos de gordura; combate a fibrose porque melhora a microcirculação sanguínea e restaura a elasticidade da pele.

Carboxiterapia para celulite (FEG-Fibroedema gelóide)


A celulite é caracterizada principalmente pelo aparecimento de ondulações na pele, dando a esta o aspecto de casca de laranja.

É causada por alterações do tecido gorduroso sob a pele, em conjunto com alterações na microcirculação e consequente aumento do tecido fibroso. As principais regiões acometidas são glúteos, abdome e coxas.

O tratamento da celulite com carboxiterapia promove resultados positivos e melhorias ao tecido celulítico, e até reduzir os graus do FEG.

Carboxiterapia para olheiras

As três causas mais comuns para o aparecimento das olheiras, que já apresenta uma condição genética, estão: a congestão vascular, as alterações pigmentares (que estimulam a deposição de melanina na região) e o aparecimento de bolsas profundas ou sulcos palpebrais, provenientes da flacidez tecidual levando a acúmulos de líquido ou gordura na região abaixo dos olhos.

A carboxiterapia para olheiras consiste em aplicar pequenas injeções de gás carbônico que estimulam a circulação sanguínea ao redor dos olhos, melhora a oxigenação do local e aumenta a produção de colágeno, o que deixa a pele em redor dos olhos mais firme e mais clara.

Carboxiterapia para flacidez


A flacidez é a perda de elasticidade e sustentação da pele. Ela é percebida visualmente pelo aspecto mais frouxo da pele. Isso ocorre, primeiramente, pela desorganização ou pelo desgaste das fibras de colágeno e elastina.

A carboxiterapia é indicada como tratamento para a flacidez por estimular a produção de novas fibras de colágeno, que são as principais responsáveis pela sustentação dos tecidos, e aparência lisa da pele.

Carboxiterapia para queda de cabelo A carboxiterapia capilar é indicada em casos de queda de cabelo, principalmente o eflúvio telógeno, quando os fios na fase final de sua vida caem em grande quantidade. Também é indicado para alguns tipos de calvície, como a alopécia androgenética, aquela causada por herança genética e famosa entre os homens.

Carboxiterapia emagrece?

Carboxiterapia estética
Carboxiterapia estética

O procedimento por si só não faz a pessoa emagrecer. Porém, ao ser aliado a uma alimentação saudável e à prática de atividades físicas, ajuda na redução de medidas e remodelamento corporal.

Carboxiterapia no rosto

Carboxiterapia-no-rosto
Carboxiterapia-no-rosto

Como a carboxiterapia é uma técnica que ajuda a produzir colágeno e elastina, é um excelente aliado aos tratamentos faciais que buscam o rejuvenescimento.

Também podem reduzir a gordura localizada que vai, com o tempo, se alojando ao redor da mandíbula e destruindo o contorno facial.

Com isso, a técnica produz excelentes resultados na melhora do contorno facial e promove um lifting, dando aspecto rejuvenescido ao rosto. Sem contar a melhora no aspecto das rugas e bolsas ao redor dos olhos.

Carboxiterapia para papada

A carboxiterapia tem o poder de reduzir a gordura localizada da papada, e de tratar a flacidez ao mesmo tempo, sendo um recurso de escolha para esses tratamentos.

A carboxiterapia é mesmo útil em caso de celulites: o que diz a ciência?


Segundo vários estudos, pode-se concluir que o efeito da carboxiterapia é bastante promissor e positivo para o tratamento do fibroedema gelóide.

Ele não só melhora os parâmetros de circulação e perfusão dos tecidos, mas também promove um aumento parcial de O2.

Foi evidenciado também que para os efeitos sejam mais positivos, é necessário realizar um acompanhamento nutricional e físico dos pacientes, tendo os resultados potencializados com o desenvolvimento também de uma rotina de preparação física, exercícios aeróbios como dança, caminhada, corrida, dentre outros.

Carboxiterapia dói?


A carboxiterapia pode gerar um desconforto passageiro durante a sua aplicação devido ao abaulamento(descolamento) gerado na pele pelo gás.

Esse desconforto pode ser mais incômodo no período pré menstrual e nos dias frios. Mas, fique tranquila! O efeito é passageiro…e o resultado vale a pena!

Quantas vezes por semana é indicada?


A técnica pode ser realizada a cada dois dias, mas quem vai determinar a periodicidade do tratamento é o profissional responsável por ele.

Quando a carboxiterapia começa a fazer efeito?


Os resultados começam a aparecer à partir da terceira sessão, mas o número de sessões necessárias, varia de acordo com vários fatores: patologia que está sendo tratada, idade, hidratação da pele, etc…

Como funciona a carboxiterapia com gás aquecido?


O CO2 aquecido diminui o desconforto do paciente, aumentado sua aceitação ao tratamento o que trará melhores resultados, pois aumentando o CO2 aplicado, há o aumento do fluxo sanguíneo local, se tornando uma terapia rápida e muito eficiente.

Como funciona a carboxiterapia com eletrolipólise?


A eletrolipólise consiste na aplicação de uma corrente de baixa freqüência (25 Hz) que atua diretamente a nível dos adipócitos produzindo lipólise. (eletrodos em forma de agulhas). É destinada ao tratamento da adiposidade localizada e celulite.

Eletrolipólise + carboxiterapia = Eletrocarbolipólise. A associação desses procedimentos garante mais eficácia para áreas de gordura localizada de difícil resolução. Essa combinação diminui o desconforto gerado pela carboxiterapia.

Como funciona a carboxiterapia com soro fisiológico?

Normalmente é usada a injeção de soro fisiológico na gordura localizada associada à aplicação subsequente de ultrassom.

Mesmo utilizando somente soro fisiológico, há grandes resultados, pois a administração de soro fisiológico com posterior aplicação de CO2 leva à formação de uma água gaseificada, permanecendo por um tempo maior no organismo, o que aumenta o seu tempo de ação.

Carboxiterapia ou ozonioterapia?

Tanto a carboxiterapia como a ozonioterapia tratam todas as afecções estéticas e produzem excelentes resultados estéticos.

Caso haja a necessidade de tratar problemas de saúde, deve-se optar pela ozonioterapia, que é um tratamento complementar para vários tipos de doenças.

Carboxiterapia ou enzimas para gordura localizada?

Enzimas são produtos utilizados para tratar algumas alterações estéticas. Cada produto tem uma função, entre eles, hidratação, nutrição, preenchimento, etc. A associação das técnicas é muito interessante e irá produzir melhores resultados.

Carboxiterapia ou radiofrequência?


O aparelho de radiofrequência eleva a temperatura da pele e do músculo para aproximadamente 41ºC. Isto contrai o colágeno existente e aumenta a produção de mais fibras colágeno e elastina, dando mais sustentação e firmeza à pele.

Além disso, a elevação da temperatura rompe as membranas das células de gordura, fazendo com que esta seja eliminada do corpo.

Os resultados podem ser observados nos primeiros dias logo após a primeira sessão e o resultado é progressivo, e por isso, quantos mais sessões, a pessoa fizer, maiores e melhores serão os resultados.

Quando o objetivo é tratar a flacidez de pele, essas duas técnicas podem ser associadas para produzir resultados mais efetivos.

Carboxiterapia ou microagulhamento para estrias?


Microagulhamento é uma técnica que produz micro perfurações da pele sem danificá-la, promovendo produção de um novo colágeno e aparência de uma pele mais bonita e além de conseguir um efeito de preenchimento em rugas finas, e diminuição da largura e profundidade das estrias. Sempre a associação de técnicas produzirá um melhor resultado.

Conteúdo relacionado: 

Limpeza de Pele

Rejuvenescimento Facial

Eletroestimulação Facial

Criolipólise

Peeling Químico

Peeling Diamente

Microagulhamento

www.belezaperfeita.com.br 

Conteúdo da página: